O casamento de Gayle já durava 22 anos, mas terminou de um jeito cômico

A agente penitenciária aposentada, Gayle McCormick, de 73 anos, percebeu que não poderia mais ficar casada com seu marido ao saber que ele votou em Donald Trump. Ela é democrata, mas o ex-cônjue demonstrava que era republicano e isso já bastou para ela acabar com o casamento que durou 22 anos.

+Salgadinho igual a gorila vai a leilão por mais de 311 mil reais

Segundo Gayle, ela se considera "democrata inclinada ao socialismo" (apoia grupos esquerdistas americanos que fazem oposição aos republicanos), por isso não acreditou quando soube que o marido votaria em Trump. Vale lembrar que toda essa "confusão" aconteceu durante um almoço casual com amigos no ano passado, mas só agora a história do divórcio veio à tona. 

+Policial para homem que dirigia bêbado e tem supresa

Gayle ficou decepcionada ao saber que marido votou em Trump.
Reprodução
Gayle ficou decepcionada ao saber que marido votou em Trump.

+Jovem desenha pênis de 18 metros no telhado de casa

A mulher disse que se sentiu traída e que o acontecimento trouxe um impacto negativo para o relacionamento. Afirmou ainda que percebeu sentimentos ruins que antes não tinha notado durante o casamento. "Me dei conta de que fui longe demais na minha vida ao aceitar coisas que eu nunca aceitaria quando era mais nova", disse a mulher para o Daily News.