Sabe aquela história de que jantar fora é tudo de bom? É cilada, rapaz!

Olha só, todo mundo vive falando do privilégio que é poder sair para jantar na rua, comer nos melhores restaurantes e blábláblá. Mas posso te contar um segredinho? Foge que é cilada, Bino!

Veja mais: 5 coisas para fazer quando se está na praia com chuva

Jantar fora é uma cilada!
shutterstock
Jantar fora é uma cilada!

É sério, a galera vive falando como é legal jantar fora, como é divertido, como se come bem, como isso, como aquilo. Mas vejam só: pagar vinte reais num queijo-quente gourmet não tem nada de legal - muito pelo contrário.

O problemas é que as pessoas seguem nessa ideia de ostentação fora do normal e sempre vão te dizer que comer fora de casa é super bacana e chique. Ainda bem que o Conselhos do He-Man está aqui para te dizer a verdade!

1. Comer fora é muito caro

via GIPHY

Não é que é pouco caro e se você só sair para jantar na rua uma vez por mês está tudo certo. No final, com bebida, 10%, sobremesa e estacionamento ou deslocamento, o preço de uma refeição daria para comprar comida para um mês no mercado da sua rua - e com essa tsunami gourmet sem fim que não ajuda, transformando itens banais em artigos de luxo, o futuro não parece promissor nesse aspecto.

2. É relaxante e divertido

via GIPHY

Essa história de que sair para  comer é bom para relaxar é a maior mentira. Sempre rola um baita estresse, seja para combinar com todo mundo, com o atraso dos envolvidos ou da comida, o prato que veio errado ou frio, a bebida que veio quente, aquele item no cardápio que te fez salivar mas tinha acabado, a decepção de comer em um lugar ruim ou mesmo na hora que a conta chega, que como visto acima faz qualquer um ter um mini ataque cardíaco.

Veja mais: Confira 5 conselhos que ninguém mais vai ser sincero o suficiente para te dar

3. É mais rápido comer fora

via GIPHY

Sabe aquelas pessoas que falam "eu estava sem tempo de cozinhar algo em casa então saí para comer"? Elas são mentirosas! O que não falta na internet são receitas que ficam prontas em 15 minutos , enquanto ir no restaurante envolve chegar até ele (não se engane, vai estar trânsito mesmo de noite), esperar pelo ônibus ou procurar vaga (ou esperar o lento e caro manobrista), esperar uma mesa vagar (ou o atraso da sua reserva), aguardar a comida ficar pronta, sofrer enquanto a conta não chega e ainda chegar em casa e ter que trocar de roupa - sério gente, ficar em casa comendo no sofá de pijama é o que há.

4. Dá menos trabalho

via GIPHY

Afinal não tem louça para lavar, panela para esquentar nem espátula para sujar; o que a princípio parece ser verdade. Mas pensa aqui comigo: você se vestir com suas roupas boas, se locomover, escolher um prato entre vários (o que para pessoas indecisas é bem difícil) e ainda ter que voltar para casa não me parece tão mais fácil assim do que lavar um punhado de coisas e não ter nem que tirar o pijama!

5. Comida boa

Veja mais: 8 coisas de adulto que ninguém te avisou que iria passar

via GIPHY

Essa é a maior enganação de todas que te falam quando querem te convencer a jantar fora. Tem muito restaurante bom? Sim, mas a cada um, quatro são péssimos, sete são aceitáveis e dois são regulares. Logo você está bem melhor comendo a mesma gororoba de sempre em casa - você já sabe que ela é ruim, então não rola decepções, você gasta pouco e ainda pode comer sentado no sofá vendo seu filme favorito!